Esgotamento nervoso

   

O esgotamento nervoso é um estado no qual certos conflitos emocionais intervêm na capacidade do indivíduo para continuar o dia-a-dia. O esgotamento também é o estado mais agravado da depressão e stress.

 

 

Alguns sintomas do esgotamento nervoso são:

 

  • Sentimento de tristeza, desânimo ou pessimismo.
  • Choro fácil, por vezes sem razão aparente
  • Perda de interesse e prazer nas actividades habituais, com tendência para o isolamento;
  • Perda da auto-estima;
  • Sentimentos excessivos de culpa;
  • Ideias de suicídio;
  • Dificuldade em tomar decisões, diminuição da concentração e falta de força;
  • Alterações do sono e do apetite;

 

 

 

Causa

 

O esgotamento nervoso é a consequência de falta de interesse. Isto é devido as dificuldades que nós encontramos na vida e podemos usar tanto os meios construtivos como os destrutivos para ir ao encontro da força para enfrentar as dificuldades da vida.
Um esgotamento nervoso é prova de que alguma coisa se descontrolou em nosso desenvolvimento emocional.

 

 

Tratamento 

  • Encaminhamento para um Psicólogo
  • Sessões de grupo
  • Sessões de relaxamento
  • Terapêutico
  • Psicoterapia
  • Reike
     

 

Síndrome de Burnout

É um distúrbio psíquico de carácter depressivo, precedido de esgotamento físico e mental intenso, definido por Herbert J. Freudenberger como "(…) um estado de esgotamento físico e mental cuja causa está intimamente ligada à vida profissional".

 

 

Síndrome de Burnout manifesta em quantas fases:

 

1.ª Fase - Falta de vontade, ânimo ou prazer de ir a trabalhar. Dores nas costas, pescoço e coluna. Diante da pergunta "o que você tem?", normalmente a resposta é "não sei, não me sinto bem".

 

 

2.ª Fase - Começa a corromper o relacionamento com outros. Pode haver uma sensação de perseguição ("estão todos contra mim"), aumenta o absenteísmo e a rotatividade de empregos.

 

3.ª Fase - Diminuição notável da capacidade ocupacional. Podem começar a aparecer doenças psicossomáticas, tais como alergias, picos de hipertensão, etc. Nesta etapa começa-se a auto-medicação. Neste nível tem se verificado também um aumento da ingestão alcoólica.

 

4.ª Fase - Esta etapa caracteriza-se pelo alcoolismo, drogas, ideias ou tentativas de suicídio, podem surgir doenças mais graves, tais cancro, acidentes cardiovasculares, etc. Durante esta etapa ou antes dela, nos períodos prévios, o ideal e afastar-se do trabalho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Noticias

 

Antigo ciclista alemão Jan Ullrich sofre de esgotamento nervoso

 

O antigo ciclista alemão Jan Ullrich anunciou hoje que sofre do síndrome de esgotamento nervoso. A doença foi diagnosticada "há alguns dias" e o germânico explicou que vai estar algum tempo longe do circuito noticioso.

"Provavelmente, vou precisar de tratamento durante algum tempo. Por isso, de forma a curar-me completamente, vou afastar-me dos olhares públicos nos próximos meses. Apelo à vossa compreensão e espero que saibam respeitar a minha privacidade", afirmou o vencedor da Volta a França em bicicleta em 1997 que deixou o ciclismo há três anos.

 

Noticia publicada por Rui Pedro Silva, no dia 13 de Agosto de 2010

 

Esgotamento Nervoso

Depressiva

Data: 23-05-2016 | De: Mary

Vivo a 20 anos,com um homem que so me põe pra baixo,ele acabou com minha auto estima,tudo que faço põe defeito,para as outras pessoas ele é um amor atencioso,agradável e tudo,comigo mal conversa não tem paciência e agora dei para ter crises de nervos,então ele me ignora dorme em outro quarto etc:e eu cada dia mais doente e não sei porque não consigo me separar,tenho medo de ser a errada,de nao fazer a coisa,o que passa é que estou perdendo as forças até de ficar em pé,meus braços não param de temer,sinto que todo mundo me olha como se eu estivesse louca.Alguém por favor pode me dizer o que passa comigo.

dor de cabeça

Data: 03-05-2016 | De: mariana

Olá a todos, quero pedir ajuda porque à cerca de 2 semanas comecei a sentir a depressao a agravar e fui ao medico que me ajustou a medicação. À 2 dias comecei a sentir a face o lado direito dormente e comecei com dor de cabeça e um formigueiro. Os medicamentos para as dores pouco aliviam.
Estarei a sentir algum tipo de esgotamento?
muito obrigada

para uma videa saudavel

Data: 25-02-2016 | De: joao

va correr

esgostamento

Data: 06-02-2016 | De: esgostamento

olá, enho 16 anos, e sinto que a minha vida a toda contra mim. não tenho vontade nenhuma de ir para a escola, antes gostava de ir, mas agora perdi a vontade. não sei o que se passa comigo, choro muito facilmente quase sempre sem razão, perdi aa vontade de ir para aulas que antes adorava. a minha autoestima ta muito baixo, qualquer coisa que digam de bem ou mal, choro.
alguém sabe o que se passa comigo?

isto

Data: 27-01-2016 | De: eu

estou cansada... sinto -me mt cansada... e sem dar por ela... chorar é a coisa mais fácil e acontece sem avisos... estou pesada. nervosa, esquecida e sem vontade... estou perdida

Re:isto

Data: 31-01-2016 | De: Maria José

Olá. Compreendo-a perfeitamente. Passei pelo mesmo no ano passado!
Tive de me afastar do trabalho e das minhas colegas. Agradeço à minha médica de familia, que me apoiou bastante e me "obrigou" a afastar de tudo. Fiz e ainda faço tratamento. Adoptei dois cães e vivo mais "devagar". Pense em si ! E siga em frente! Deseejo-lhe muita força e tudo de bom. Bjs, zezinha

Re:isto

Data: 07-03-2016 | De: Pedro

Olá. Existem vários tipos de cansaço: mental, físico, emocional....qual o seu?

nervoso

Data: 17-10-2015 | De: rosane Caldas

estou vendo a hora de enlouquecer.Muito nervosa, uma quentura dentro da barriga me ajudem por favor

será esgotamento nervoso?

Data: 01-08-2015 | De: mary

Ola sou nova por aqui, mas ha tres dias que me encontro de baixa a medica diz que e um esgotamento, que teria de abrandar o ritmo de trabalho, algo que e impossível uma vez que falei com a minha entendidade patronal e penso que não perceberam patavina do que expliquei sobre o que sinto, desde a entrada de uma nova colega que me vou sentindo posta de parte, e vou sendo chamada a atençao de tarefas que executo, algo que anterormente nao acontecia, o certo é que de umas semanas para ca o cansaço e extremo, perdas de memoria sem razao, o corpo quase se arrasta para trabalhar, os próprios clientes e o barulho deixam-me passada fazendo com que eu entre em completo stresse e sem paciência, o rendimento que tinha ao executar o meu trabalho e quase nulo. estou com medicação mas a unica melhoria e a ausência de palpitações de ansiedade, porque dormir nao consigo na mesma, porque ha semanas que não durmo um bom sono, podem me ajudar? obrigada

Escrevi agora mesmo

Data: 14-07-2015 | De: A

?

1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Novo comentário